Pular para o conteúdo principal

Raul Seixas - Raul Rock Seixas (1977)

Raul estava interessado em trocar de gravadora depois deste álbum para trabalhar com o seu velho produtor, Marco Mazzola, que havia produzido o Krig-ha, Bandolo!, o Gita e o Novo Aeon. Sabendo disto, Roberto Menescal, na época  produtor da gravadora Phillips, resolve fazer mais um álbum de Raul, com Jay Vaquer, guitarrista e grande amigo de Raul, produzindo. Jay Vaquer realizou todo o trabalho de produção e gravação do disco, mas uma pequena turnê para tocar na Bahia, cheia de incidentes, fez com que ele não voltasse ao Rio a tempo de mixar o disco. Com isso, várias inovações técnicas que o produtor tinha planejado não puderam ser executadas, já que o responsável pela mixagem não sabia de nenhuma delas e, de certo modo, mixou o disco "no escuro". O álbum acabou, assim, sendo lançado enquanto Raul estava viajando e sem que ele pudesse participar da mixagem final do disco. Este álbum mantém a mesma fórmula do álbum Os 24 Maiores Sucessos da Era do Rock, lançado quatro anos antes, contendo interpretações de grandes sucessos do rock, com músicas de Chuck Berry, Paul Anka, Gene Vincent, Elvis Presley, Eddie Cochran e Little Richard. No final do álbum Raul fez um inusitado medley de Asa Branca com Blue Moon of Kentucky.

Faixas:
01. My Way - Trouble
02. The Diary
03. My Baby Left Me - Thirty Days - Rip It Up
04. All I Have To Do Si Dream - Put Your Head on My Shoulder - Dear Someone
05. Do You Know What It Means To Kiss New Orle
06. Lucilli - Corrine Corrina
07. Read Teddy - Hard Headed Woman - Baby I Don't Care
08. Just Because
09. Bye Bye Love - Be Bop A Lula
10. Blue Moon Of Kentucky - Asa Branca

Baixar:

70 MB - ZiP - MP3 - 320 Kbps - REMASTERIZADO



Comentários

  1. Essa descrição do álbum está equivocada. Roberto Menescal nunca foi dono da Philips.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O texto da postagem é da Wikipédia, Menescal era produtor, não dono. Obrigado por nos avisar, já corrigimos o texto.

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

O grande encontro - 20 anos (1 CD) (2016)

A quarta edição desse projeto histórico da Música Popular Brasileira, celebra os 20 anos de existência de O Grande Encontro. Já se passaram 20 anos, desde que antigo Ginásio Machadinho, em Natal, recebeu quatro dos mais influentes artistas brasileiros, representantes máximos de toda a força e cultura nordestina. Agora em 2016, três deles voltam a se unir mais uma vez: a paraibana Elba Ramalho e os pernambucanos, Geraldo Azevedo E Alceu Valença. Mesclando um repertório de clássicos da MPB, música nordestina e sucessos dos três artistas, este projeto é a junção de tudo o que houve de melhor das três edições anteriores. E traz ainda três faixas inéditas para enriquecer ainda mais o repertório e um cenário deslumbrante. Esse encontro histórico, que foi eternizado ao final da turnê de 1996 com um show gravado no Canecão (RJ), teve mais dois volumes, sem a presença de Alceu Valença. Agora, duas décadas após o lançamento do projeto que já vendeu mais de 2 milhões discos, Alceu volta a se unir

Roberto Carlos - Roberto Carlos (1981)

Faixas do álbum: 01. Ele Está Prá Chegar 02. Simples Mágica 03. As Baleias 04. Tudo Pára 05. Doce Loucura 06. Cama E Mesa 07. Emoções 08. Quando O Sol Nascer 09. Eu Preciso De Você 10. Olhando Estrelas Download: 96 MB - ZIP - MP3 - 320 Kbps - REMASTERIZADO MEGA - IceDrive - Degoo

Roberto Carlos - O Inimitável [1968]

Primeiro disco lançado após Roberto Carlos deixar o programa Jovem Guarda, da TV Record, "O Inimitável" é considerado o álbum de transição do cantor, embora ainda traga todas as características daquele movimento musical. Nesse álbum, Roberto Carlos usou a influência do Funk e da Tropicália para fazer a transição da Jovem Guarda que é conhecida como pós-Jovem Guarda. Logo na faixa de abertura do LP, com a impactante "E Não Vou Mais Deixar Você Tão Só" (composição de Antônio Marcos), nota-se uma mudança, já que álbuns anteriores tinham canções mais ingênuas como ("Aquele Beijo que te Dei", "É Tempo de Amar" ou "Gosto do Jeitinho dela"). Este era um sinal de mudanças no repertório do músico, que gradualmente mudaria seu gênero, passando a priorizar canções mais maduras e elaboradas, seja entrando de cabeça no soul ou seja canções mais profundas e estridentes como "Se Você Pensa" e "As Curvas da Estrada de Santos" do álb