Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2019

Seu Jorge - Cru [2004]

Cru é o segundo álbum de estúdio da carreira solo de Seu Jorge, lançado em 2004 pelos selos Naïve Records e Wrasse Records, no mercado internacional, e, em 2005, pelo selo ST2, no Brasil. Várias das canções são covers como "Chatterton", escrita por Serge Gainsbourg e "Don't" de Leiber & Stoller. No álbum, Seu Jorge faz algum comentário político e social, por exemplo nas canções "Mania de Peitão" e "Eu Sou Favela". A canção "Tive Razão" consta do jogo FIFA 07 da EA Sports. Faixas: 01. Tive Razão 02. Mania de Peitão 03. Chatterton 04. Fiore de la Citta 05. Bem Querer 06. Don´t 07. São Gonça 08. Bola de Meia 09. Una Mujer 10. Eu Sou Favela 11. Mania de Peitao (Jamais Plus Jamais Mix) 12. Tive Razão (Voltair Mix) Baixar: 112 MB - ZiP - MP3 - 320 Kbps pCloud - Google Drive - Box - MEGA - MediaFire

Caetano Veloso - Araçá Azul [1973]

Preso pela ditadura militar, em 1969 Caetano Veloso exilou-se em Londres, com Gilberto Gil, onde permaneceu até 1972. Seu primeiro disco depois da volta ao Brasil foi "Araçá Azul" (1973), obra polêmica e experimental que reúne 10 excelentes canções. Destaque para "Épico" e "Viola, Meu Bem", além da faixa-título. Faixas: 01. Viola, meu bem 02. De conversa / Cravo e canela 03. Tu me acostumbraste 04. Gilberto Misterioso 05. De palavra em palavra 06. De cara / Eu quero essa mulher 07. Sugar Cane Fields Forever 08. Julia / Moreno 09. Épico 10. Araça blue Baixar: 93 MB - ZiP - MP3 - 320 Kbps - REMASTERIZADO pCloud - Google Drive - Box - MEGA - MediaFire

Nara Leão - O Canto Livre de Nara [1965]

Este segundo disco de Nara é um passo adiante no caminho que ela propôs ao lançar seu LP anterior, intitulado “Opinião”. Caminho que propôs a si e aos demais cantores, como aos compositores e adeptos da música popular brasileira. Esse caminho, que ela segue conscientemente, acrescenta à sua função de cantora a de intérprete dos problemas e das aspirações de seu povo. Nara quer levar, na sua voz livre, ao maior número possível de pessoas, uma compreensão atual da realidade brasileira, que ela sente e identifica nas composições de um Caymmi, de um João do Vale, de um Zé Keti, de um Edu Lobo, de um Vinícius e de tantos outros. Nara não vê limite para a sua atuação de cantora. Não se prende a preconceitos nem a formalismos. Ela quer se comunicar do modo mais franco e mais direto, cantando e discutindo, dialogando com o público. O show “Opinião” – em que ela atuou com Zé Keti e João do Vale e que foi o último grande sucesso da temporada teatral no Rio – não teve por acaso o mesmo título do

Edu Lobo - Camaleão [1978]

Camaleão começa pela jobiniana “Lero-Lero”, com vocais dos conjuntos MPB 4 e Boca Livre (esse último presente em várias faixas) e versos brasileiríssimos de Cacaso: “Sou brasileiro de estatura mediana/ gosto muito de fulana, mas sicrana é quem me quer”. A seguir vem “O Trenzinho do Caipira”, o monumento musical de Heitor Villa-Lobos, aqui acompanhado de versos de Ferreira Gullar. As faixas de sabor épico (como “Canudos” e “Sanha na Mandinga”, além das já citadas) se alternam com o intimismo bossa-emepebista característico de Edu. O disco termina, épico e lírico, com releitura da canção de festival “Memórias de Marta Saré” (1968, gravada por cantoras como Marília Medalha e Elis Regina), nesta versão cantada por Wanda Sá, à época Wanda Lobo. Faixas: 01.  Lero Lero 02. O Trenzinho do Caipira 03. Coracão Noturno 04. Canudos 05. Camaleão (Instrumental) 06. Sanha na Mandinga 07. Branca Dias 08. Bate Boca (Instrumental) 09. Descompassado 10. Memórias de Marta Saré Baixar: 89 MB - ZiP - MP3 -

Marcos Valle - Previsão do Tempo (1973)

Em 1973, Marcos Valle apresentava o disco “Previsão do Tempo”, décimo da sua carreira. O álbum traz a característica sonoridade dele, que une a bossa nova com o samba, o jazz, o soul, o funk e o rock. O disco foi produzido por Milton Miranda e traz 12 faixas, em grande maioria assinadas por Marcos e seu irmão Paulo Sérgio Valle. Nas gravações, ele teve a companhia luxuosa do trio Azymuth, formado por José Roberto Bertrami (teclado e arranjos), Alex Malheiros (baixo) e Ivan Conti “Mamão” (bateria), com quem já havia trabalhado no álbum “O Fabuloso Fittipaldi”. As canções “Flamengo Até Morrer” e “Samba Fatal” foram registradas com o grupo O Terço. O disco também tem a música “Os Ossos do Barão”, com arranjos de Waltel Branco, que foi tema de abertura da novela de mesmo nome exibida pela rede Globo. Faixas: 01. Flamengo Até Morrer 02. Nem Paletó, Nem Gravata 03. Tira A Mão 04. Mentira 05. Previsão Do Tempo 06. Mais Do Que Valsa 07. Os Ossos Do Barão 08. Não Tem Nada Não 09. Não Tem Nada

Moacir Santos - Coisas [1965]

Já em seu primeiro álbum, “Coisas” (Forma – 1965), o arranjador, compositor, maestro e multi-instrumentista pernambucano Moacir Santos deixava claro que se tratava da estreia de um dos maiores músicos do Brasil. O álbum foi produzido por Roberto Quartin e é composto por 10 faixas nomeadas “Coisa”, diferenciadas apenas pela numeração. São todas de autoria de Moacir, que teve a parceria de Mario Telles, Regina Werneck e Clóvis Mello nas canções “5” e “7”, “9” e “8” e “1”, respectivamente. Pouco depois, algumas de suas músicas ganharam letras, caso de “Nanã” (nº 5), “Senzala” (nº 9), “Quem é Que Não Chora” (nº 7) e “Navegação” (nº8). Por sua raridade, a versão em vinil do álbum “Coisas” foi, durante muitos anos, um artigo de alto luxo, sendo vendido a preços estratoféricos. O maestro e suas dez “coisas” registradas nesse álbum foram e ainda são grande referência para a música mundial. Faixas: 01. Coisa nº 4 02. Coisa nº 10 03. Coisa nº 5 04. Coisa nº 3 05. Coisa nº 2 06. Coisa nº 9 07. Co

Nara Leão - Dez Anos Depois (1971)

Em 1971 Nara grava em Paris o disco "Dez anos depois" que é um reencontro com a bossa nova. No disco está o que se fez de melhor em bossa nova...afinal, lá se encontra Tom Jobim, Vinícius de Moraes, Carlos Lyra, Baden Powell, Johnny Alf, Newton Mendonça e Chico Buarque. A produção do disco é de Roberto Menescal, mas não há nenhuma música de Menescal, em face de sua parceria com Ronaldo Bôscoli. Faixas: 01. Insensatez 02. Samba de uma nota só 03. Retrato em branco e preto 04. Corcovado 05. Garota de Ipanema 06. Pois é 07. Chega de saudade 08. Bonita 09. Você e eu 10. Fotografia 11. O grande amor 12. Estrada do sol 13. Por toda minha vida 14. Desafinado 15. Minha namorada  16. Rapaz de bem 17. Vou por aí 18. O amor em paz 19. Sabiá 20. Meditação 21. Primavera 22. Este seu olhar 23. Outra vez 24. Demais Baixar: 151 MB - ZiP - MP3 - 320 Kbps - REMASTERIZADO pCloud - Google Drive - Box - MEGA - MediaFire

Pepeu Gomes - Pepeu Gomes [1981]

Em 1981, Pepeu lançou o disco intitulado somente "Pepeu Gomes", que o levou a ganhar seu primeiro disco de Ouro graças a grande execução da faixa "Eu também quero beijar". Faixas: 01. Eu Também Quero Beijar 02. Agô Do Pé 03. Calor Humano 04. Tema De Fé 05. Do Amor 06. Sonhar Acordado 07. Tico Tico No Fubá 08. Ela Né Flor Que Se Cheire 09. 120 Watts De Pura Distorção 10. Percutindo Baixar: 83 MB - ZiP - MP3 - 320 Kbps - REMASTERIZADO pCloud - Google Drive - Box - MEGA - MediaFire

Odair José - Meu grande amor [1971]

Segundo álbum de Odair José, ''Meu grande amor'' lançado em 1971 pela CBS. Destaque para as canções ''Meu Grande Amor'', ''Pra Ninguém Botar Defeito'' e ''É Imenso o Meu Amor por Você''. Faixas: 01. Minha Juventude 02. Meu Grande Amor 03. Só Você 04. Meu Coração Ainda É Seu 05. Vou Morar Com Ela 06. Pra Ninguém Botar Defeito 07. O Intruso 08. É Imenso O Meu Amor Por Você 09. Foi Você 10. Ajuda-me 11. Uma Lágrima 12. Choro De Saudade Dela Baixar: 79 MB - ZiP - MP3 - 320 Kbps - REMASTERIZADO pCloud - Google Drive - Box - MEGA - MediaFire

Airton Barbosa e Chico Buarque - Morte e Vida Severina [1977]

Trilha sonora do filme "Morte E Vida Severina", baseado nos poemas "Morte E Vida Severina" e "O Rio", de João Cabral de Mello Neto, e dirigido por Zelito Viana em 1976.  Faixas: 01. De sua formosura  02. Severino - O rio - Notícias do alto sertão 03. Mulher na janela  04. Homens de pedra  05. Todo o céu e a terra  06. Encontro com o carnaval  07. Funeral de um lavrador  08. Chegada ao Recife  09. As ciganas  10. Despedida do agreste  11. O outro Recife  12. Fala do mestre Carpina  Baixar: 53 MB - ZiP - MP3 - 320 Kbps - REMASTERIZADO pCloud - Google Drive - Box - MEGA - MediaFire

Caetano Veloso, Gal Costa, Gilberto Gil & Maria Bethânia - Doces Bárbaros I + II [1976]

Em 1976, Caetano, Gil, Gal e Bethânia se reencontram para formar o grupo Os Doces Bárbaros, cuja turnê homônima estreia no Anhembi, em São Paulo, e passa por outras dez cidades brasileiras. O espetáculo deu origem a um álbum duplo. Faixas: CD 1: 01. Os Mais Doces Bárbaros 02. Fé Cega Faca Amolada 03. Atiraste Uma Pedra 04. Pássaro Proibido 05. Chuckberry Fields Forever 06. Genesis 07. Tarasca Guidon CD 2: 08. Eu e Ela Estávamos Ali Encostados na Parede 09. Esotérico 10. Eu Te Amo 11. O Seu Amor 12. Quando 13. Pé Quente Cabeça Fria 14. Peixe 15. Um Índio 16. São João Xangô Menino 17. Nós Por Exemplo 18. Os Mais Doces Bárbaros Baixar: 199 MB - ZiP - MP3 - 320 Kbps - REMASTERIZADO pCloud - Google Drive - Box - MEGA - MediaFire

Maria Bethânia - Maricotinha [2001]

Este CD lançado em 2001 comemora com um ano de atraso os 35 anos de carreira de Bethânia e teve o titulo retirado de uma canção da lavra recente de Dorival Caymmi, na qual brincava com sua própria persona artística. Nele, a cantora mesclava grandes autores de sua geração [Edu Lobo, Chico Buarque, Gilberto Gil, Renato Teixeira] com outros já com bons anos de estrada [Lenine, Herbert Vianna] e outros ainda mais novos, como Chico César, ana Carolina, Totonho Vitteroy, Vanessa da Matta e Adriana Calcanhoto o esta última responsável pelo maior sucesso do disco, a balada deliciosamente sensual ‘’Depois de ter você’’ Faixas: 01. Dona do dom 02. A moça do sonho 03. Primavera 04. O canto de dona Sinhá – com Caetano Veloso 05. Quando você não está aqui 06. Nem sol, nem lua, nem eu 07. Antes que amanheça 08. Água e pão (Bahia) 09. Se eu morresse de saudade 10. Depois de ter você (Cantada) 11. Juntar o que sentir 12. Noite de estrelas 13. Pra rua me levar 14. Maricotinha Baixar: 113 MB - ZiP - MP3

Maria Bethânia - Âmbar [1996]

Álbum produzido por Guto Graça Mello, com quem a cantora já tinha trabalhado em Ciclo (1983) e As Canções Que Você Fez pra Mim (1993). O álbum contém um teor urbano e foi gravado em sete estúdios diferentes e mixado em outros três, entre Rio de Janeiro, São Paulo, Beverly Hills, Bruxelas, Londres, Santa Mônica e Los Angeles. Neste álbum Maria Bethânia gravou composições de uma nova geração de músicos, entre Adriana Calcanhotto, Arnaldo Antunes, Carlinhos Brown, Chico César e Paquito.  A canção "Âmbar" entrou na trilha sonora da minissérie Labirinto (1998) e a canção "Onde Estará o Meu Amor" entrou na trilha de A Indomada (1997). Faixas: 01. Âmbar 02. Chão de estrelas 03. Iluminada 04. Onde estará o meu amor 05. Lua vermelha 06. O circo 07. Invocação 08. Uns versos 09. Allez y 10. Todos os lugares 11. Quando eu penso na bahia 12. Ave maria 13. Eterno em mim 14. Brisa Baixar: 95 MB - ZiP - MP3 - 320 Kbps - REMASTERIZADO pCloud - Google Drive - Box - MEGA - MediaFi

Maria Bethânia - A Força Que Nunca Seca [1999]

Este CD foi concebido por Bethânia em 1999, num momento de grande reflexão , pois ela havia perdido recentemente sua guia espiritual , a yalorixá Mãe Cleusa do Santois, isto acabou motivando a cantora mergulhar dentro de seu eu mais profundo, encontrando até mesmo reminiscências afetivas de sua infância no interior da Bahia. No final das contas, Bethânia nos apresentou um retrato da alma interiorana brasileira, com aspecto de alegria, tristeza, melancolia, garra e religiosidade do povo do interior de nosso país. Vai pelo ‘’Trenzinho do Caipira’’ sob o ‘’Luar do Sertão’’, em ‘’Romaria’’ rumo a ‘’Vila do Adeus’’, sem esquecer de ‘’Agradecer e Abraçar’’ as graças recebidas, certa de que, no fim das contas, o que vale ''É o amor''. Faixas: 01. Trenzinho Caipira  02. Luar Do Sertão / Azulão  03. É O Amor  04. Não Tenha Medo  05. Eu Queria Que Você Viesse  06. Espere Por Mim Morena  07. Resto de Mim  08. Gema  09. Cacilda  10. Agradecer E Abracar  11. As Flores Do Jardim da N

Maria Bethânia - As Canções que Você Fez pra Mim [1993]

O álbum ''As Canções que Você Fez pra Mim'' é um tributo a dupla de compositores e cantores Roberto Carlos e Erasmo Carlos, contendo somente criações deles. A ideia do álbum partiu da gravadora, que convidou Bethânia para o projeto, sendo que ela mesma escolheu o repertório. O álbum vendeu mais de um milhão de cópias e é até hoje o mais vendido de sua carreira, superando Álibi, o antigo recordista. Faixas: 01. As canções Que Você fez pra Mim 02. Olha 03. Fera Ferida 04. Palavras 05. Costumes 06. Detalhes 07. Você não Sabe 08. Eu preciso de Você 09. Seu Corpo 10. Você 11. Emoções Baixar: 97 MB - ZiP - MP3 - 320 Kbps - REMASTERIZADO pCloud - Google Drive - Box - MEGA - MediaFire

Maria Bethânia - Olho D'Água [1992]

Enquanto o álbum anterior [25 Anos] é festivo e comemora a carreira da artista, Olho d'Água foca-se no lado pessoal e religioso de Maria Bethânia. Junto com os álbuns Ciclo (1983) e Oásis de Bethânia (2012), o disco é um dos mais intimistas da cantora, tanto nas letras, quanto na sonoridade. Olho d'Água recebeu pouca divulgação, mas rendeu outro disco de Ouro para Bethânia, com mais de 100 mil cópias vendidas. Faixas: 01. Sodade, Meu Bem Sodade (Vinheta) / Vida Vã 02.  Invisivel 03.  Ilumina 04. Medalha De São Jorge 05.  O Tempo E A Canção 06.  Bilhete De Despedida 07. Olho D'Agua 08.  Louvação Á Oxum 09.  Rainha Negra 10.  Búzio 11.  Modinha 12.  Além Da Última Estrela 13.  Sodade, Meu Bem Sodade (Vinheta) Baixar: 85 MB - ZiP - MP3 - 320 Kbps - REMASTERIZADO pCloud - Google Drive - Box - MEGA - MediaFire

Jorge Ben Jor - Jorge Ben [1969]

Pelo título homônimo e pela quantidade de sucessos, é possível pensar que o sexto álbum de Jorge Ben Jor seja um best of de sua carreira. Mas não se engane. O disco, lançado em 1969, foi o responsável por reavivar a carreira do cantor e compositor, que havia feito um sucesso estrondoso na sua estreia, mas que vinha lançando discos de menos destaque. Com o som “baseado em opulento e vigoroso engenho rítmico”, como definido por Armando Pittigliani, no texto do encarte, e letras simples e diretas, esse álbum traz alguns dos maiores sucessos de Jorge Ben. Entre eles estão “Cadê Tereza”, “País Tropical”, “Bebete Vaobora”, “Que Pena (Ela Já Não Gosta Mais de Mim)”, “Take It Easy My Brother Charles” e “Charles, Anjo 45”. Nas gravações, Jorge Ben foi acompanhado, pela primeira vez, pelo Trio Mocotó, formado por Fritz “Escovão” (cuíca), João “Parahyba” (percussão e bateria) e Nereu Gargalo (pandeiro). Faixas: 01. Criola 02. Domingas 03. Cadê Tereza 04. Barbarella 05. País Tropical 06. Take It E

Jorge Ben Jor - 10 Anos Depois [1973]

10 Anos Depois é o décimo álbum de estúdio de Jorge Ben Jor, lançado em LP em 1973, pela gravadora Philips Records. Aqui o cantor regravou os maiores sucessos dos seu primeiros 10 anos de carreira. Faixas: 01. Por Causa De Você, Menina / Chove Chuva / Mas Que Nada 02. Agora, Ninguém Chora Mais / Charles, Anjo 45 / Caramba! Galileu da Galileia 03. A Minha Menina / Que Maravilha / e Zazueira 04. Bebete Vãobora / Crioula / Cadê Teresa 05. País Tropical / Fio Maravilha / Taj mahal 06. Vendedor de Bananas / Cosa Nostra / Bicho do Mato 07. Que Nega É Essa / Que Pena / e Dominga 08. Vinheta Baixar: 93 MB - ZiP - MP3 - 320 Kbps - REMASTERIZADO pCloud - Google Drive - Box - MEGA - MediaFire

Jorge Ben Jor - A Tábua de Esmeralda [1974]

Considerado um dos melhores álbuns de Jorge Ben Jor, “A Tábua de Esmeralda” tem a alquimia como um dos temas principais e alguns arranjos com efeitos especiais completando o clima cósmico. Nessa época, início dos anos 70, o múscio estudava filosofia e teologia, especialmente a obra de Tomás de Aquino, citada em várias faixas. São dessa fornada o clássico absoluto “Os Alquimistas Estão Chegando os Alquimistas”, “Hermes Trimegisto e sua Celeste Tábua de Esmeralda” e “Errare Humanum Est”. O trabalho gráfico também acompanha o conceito e traz figuras do alquimista Nicolas Flamel. Sempre pregando a felicidade e paz de espírito nas letras e na sua irresistível base (violão, baixo e percussão), Ben Jor manda brasa com seu canto chorado e suingue malandro em outras pérolas do álbum como “O Homem da Gravata Florida”, “O Namorado da Viúva”, “Eu Vou Torcer”, “Menina Mulher da Pele Preta”, “Minha Teimosia, uma Arma pra te Conquistar”, “Magnólia”, “Zumbi”, “Brother” e “Cinco Minutos”.  Faixas: 01.

Jorge Ben Jor - Africa Brasil [1976]

Clássico de Jorge Ben Jor, na fase que ainda assinava apenas Jorge Ben, “África Brasil” (1976) marca uma mudança significativa na carreira do músico. A partir desse LP, ele substituía o violão acústico pela guitarra elétrica como seu instrumento de apoio. Ben Jor decidiu gravar todos os instrumentos simultaneamente, na mesma sala e com 4 percussionistas. O resultado é um álbum extraordinário em fôlego e execução, no qual a suinguada guitarra elétrica do mestre dá o tom. Um dos vinis mais procurados do cantor, “África Brasil” traz hits de Jorge como “Ponta de Lança Africano (Umbabarauma)”, “Taj Mahal” e ”Xica da Silva” (composta para a trilha do filme de Cacá Diegues), além de pérolas como “Meus Filhos, Meu Tesouro”, “A História de Jorge” e “Camisa 10 da Gávea”, entre outros. Faixas: 01. Ponta de lança africano 02. Hermes Trismegisto escreveu 03. O filósofo 04. Meus filhos, meu tesouro 05. O plebeu 06. Taj Mahal 07. Xica da Silva 08. A história de Jorge 09. Camisa 10 da Gávea 10. Cavale

Jorge Ben Jor e Gilberto Gil - Ogum, Xangô [1975]

"Gil & Jorge: Ogum, Xangô" é um álbum gravado e lançado em 1975 por Jorge Ben Jor e Gilberto Gil, através da gravadora Philips Records, sendo o sétimo álbum de estúdio de Gil e o décimo segundo de Jorge. O álbum é famoso pelo seu experimentalismo (das 9 faixas do LP, 4 têm mais de 10 minutos) e pelo improviso dos dois artistas que interagem entre si durante todo o disco. Contém apenas quatro canções inéditas ("Meu Glorioso São Cristóvão", "Jurubeba", "Filhos de Gandhi" e "Sarro"), sendo o resto composto por regravações: "Nega", que apareceu no álbum auto intitulado de 1971, e "Essa É pra Tocar no Rádio", que seria lançada dali alguns meses no disco Refazenda, pelo lado de Gil; e "Quem Mandou (Pé na Estrada)", lançada por Wilson Simonal em 1973, "Taj Mahal" e "Morre o Burro, Fica o Homem", lançadas no álbum Ben de 1972. Faixas: 01. Meu glorioso São Cristóvão 02. Nega 03. Jurubeba 04.